PARA AS POSTAGENS MAIS ANTIGAS!!!

PARA AS POSTAGENS MAIS ANTIGAS!!!
FAVOR PASSAR O MOUSE NA ULTIMA BARRA DEPOIS DO ARTIGO VAI APARECER A INDICAÇÃO OK...

quinta-feira, 4 de abril de 2013

ONU alerta sobre a crise mundial do saneamento




(ONU) O vice-secretário geral da ONU, Jan Eliasson, está lançando um alerta urgente para pôr fim à crise que deixa 2,5 bilhões de pessoas sem usufruir de serviços de esgotamento sanitário básico e para mudar uma situação em que há mais pessoas usando telefone celular no mundo do que sanitários.

A chamada à ação tem por objetivo centrar-se na melhoria da higiene, a mudança das normas sociais, uma melhor gestão dos dejetos humanos e águas residuais, e eliminando por completo em 2025 a prática de defecar ao ar livre, o que perpetua o círculo vicioso de doença e pobreza arraigada.

"Estou decidido a dinamizar a ação que conduza a resultados", disse Eliasson. “Faço um apelo a todos os atores - organizações governamentais, sociedade civil e empresas - a que se comprometam com a ação e mobilizem os recursos para incrementar rapidamente o acesso aos serviços de esgotamento sanitário básico”.

"Sejamos realistas - se trata de um problema sobre o qual as pessoas não gostam de falar. Mas se trata de garantir a boa saúde, um meio ambiente limpo e a dignidade humana fundamental para milhões de pessoas - e o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Com pouco mais de 1.000 dias para a ação antes da data limite dos ODMs para 2015, temos uma oportunidade única para oferecer uma mudança geracional".

A meta dos ODMs que consiste em reduzir à metade a proporção de pessoas sem acesso a serviços de esgotamento sanitário contribuiu para elevar os números de cobertura, e 1,8 milhões de pessoas obtiveram acesso a melhores serviços de esgotamento sanitário desde 1990, mas ainda resta um longo caminho a percorrer. Felizmente a meta dos ODMs de reduzir em 50% a proporção de pessoas sem acesso a fontes melhoradas de água foi atingida.

Dos 7 bilhões de pessoas no mundo, 6 bilhões têm telefones celulares. Entretanto, só 4,5 bilhões têm acesso a banheiros ou latrinas - o que significa que 2,5 bilhões de pessoas, principalmente nas zonas rurais, não têm esgotamento sanitário adequado. Além disso, 1,1 bilhão ainda defecam ao ar livre.

Os países onde mais se adota essa prática são os mesmos com maior número de mortes de crianças menores de cinco anos, com altos níveis de desnutrição e pobreza e grandes disparidades de riqueza.

"Apoiamos firmemente este esforço para aumentar o enfoque em esgotamento sanitário", disse o diretor executivo adjunto da UNICEF, Martin Mogwanja, que assinalou que o fim de defecação ao ar livre contribuirá para a redução da diarreia em 36%. É bom lembrar que a diarreia mata 750.000 de crianças menores de cinco anos anualmente.
"Podemos reduzir os casos de diarreia em crianças menores de cinco anos em 1/3, simplesmente mediante a ampliação do acesso das comunidades a serviços de esgotamento sanitário e à eliminação da defecação ao ar livre", disse aos jornalistas no lançamento do alerta na Sede da ONU. "De fato, a diarreia é a segunda maior causa de morte de menores de cinco anos do mundo em desenvolvimento e isto se deve em grande parte pela falta de esgotamento sanitário e higiene inadequada".

Ele próprio foi testemunha do flagelo que é defecar ao ar livre ao trabalhar em um projetode esgotamento sanitário integral nas zonas afetadas pelas inundações, junto com sócios não governamentais e governamentais. Em menos de dois anos, mais de 6 milhões de pessoas obtiveram acesso a banheiros.

"Mas o esforço não teve êxito somente pela construção de latrinas, mas por fazer com que o problema fosse reconhecido e se falasse sobre ele", afirmou.
2011© Águaonline copyright. Todos os direitos reservados.
Editora: Jornalista Cecy Oliveira

domingo, 27 de janeiro de 2013

MAGIA DO LU27 de Janeiro de 2013
Nunca imaginei que uma brincadeira daria nisso! 
Acompanhei o início do fogo que veio das faíscas do sparkles e se propagou pelo teto nas esponjas do isolamento acústico.
Não me apavorei porque não achei que poderia lidar com a situação, mas vi muita gente entrar em pânico, cair e desmaiar umas por cima das outros, era um mar de gente atirada. Vi que muita gente em crise acessou a porta mais próxima, que era a do banheiro e se alojaram lá dentro. Vi pessoal que trabalhava se escondendo até dentro de freezers! Quando vi que não tinha mais jeito de sair pela saída principal dei a volta na areá vip e sai pela lateral empurrando e pisando por cima de muita gente, acredito que não sairia se não fosse pela força que utilizei para passar pelas pessoas, ao sair olhava para baixo e via que pisava e cruzava por cima de mulheres e homens desmaiados. Foi uma merda sair por uma porta de no máximo 2 metros e ainda com uma mesa atravessada e todos aqueles corrimões atravessados no meio do caminho. Não vi alarme soando, só gritos, não vi luz de saída, só fumaça. Quando sai me passou na cabeça as pessoas que  passei por cima e voltei para retirá-las pois não agüentava escutar berros, ver policias e bombeiros sem dar conta, porque tinha muita gente empilhada. Quando entrei tinha que escolher quem salvar, mas até aí não tinha passado na cabeça a MORTE.
Muita gente apavorada e nenhuma organização, tivemos que levar muitas pessoas desmaiadas no colo até o topo daquela subida para largar dentro de ambulâncias, uma estratégia deveria ser montada faltou para aproximar atendimento das vítimas, mas não culpo porque mal cabia duas pessoas dentro de cada ambulância 
Sem ter saída para a  fumaça e não podendo ver mais ninguém para poder ajudar começamos a abrir um buraco na parede, arrancar madeiras, grades, janelas destruíramos o isolamento acústico. Ao abrir o buraco na parede para entrar no caixa e um bombeiro me convidou para entrar porque sozinho não conseguiria tirar as pessoas. Entrei e pela primeira vez vi a morte pessoalmente. Vibrava a cada pessoa que saia, mas eu via que nenhum estava com vida. Vizinhos me molhavam e molhavam panos para que eu pudesse entrar mais para o meio da boate, logo um enfermeiro do SAMU me pediu para sair lá de dentro, pois tinha risco de desabar. Não acreditei e ele me mostrou que todos que saiam daí para frente estavam mortos, mesmo assim voltei, peguei uma lanterna com um policial e voltei para ver se alguém se mexia ou pedia socorro. No primeiro momento que liguei e foquei a luz na área vip vi muitos corpos, não sabia mais o que fazer, perdi forças porque vi gente pendurada em grades, vi pessoas empilhadas uma por cima das outras e não era uma ou duas dezenas, era muita gente. 
Imagem que nunca apagarei da minha cabeça, não tive força física para ficar ali e tive que sair derrotado de dentro daquele buraco, não entendi a noção e o tamanho da tragédia. Vim abatido para casa, pois não agüentava a dor nas pernas e na cabeça. Acordei agora ao meio dia com amigos atrás de mim, liguei a tv e vi a relação de pessoas mortas.
 Queria ter feito mais! Mas sei que tanto eu quanto meus amigos e voluntários deram o máximo. 
Agradeço a todos, pois são irmãos que abraçaram a causa e davam sangue pelas vítimas. @[100003778119615:2048:Eduardo Flores da Silva] @[100002006604601:2048:Eduardo Buriol de Oliveira] @[100003192448604:2048:Matheus Fettermann] @[100001107595834:2048:André Luis Kettermann Coutinho] @[100000308737353:2048:Kassio Lutz] @[100003471891359:2048:Marcos Vinicius Soquetta] @[100000131470750:2048:Jeferson Ribeiro Lima] Caixa Anderson mtos outros desconhecidos bombeiros policiais e todos os voluntarios profissionais da saúde
‎27 de Janeiro de 2013
Nunca imaginei que uma brincadeira daria nisso!
Acompanhei o início do fogo que veio das faíscas do sparkles e se propagou pelo teto nas... esponjas do isolamento acústico.
Não me apavorei porque não achei que poderia lidar com a situação, mas vi muita gente entrar em pânico, cair e desmaiar umas por cima das outros, era um mar de gente atirada. Vi que muita gente em crise acessou a porta mais próxima, que era a do banheiro e se alojaram lá dentro. Vi pessoal que trabalhava se escondendo até dentro de freezers! Quando vi que não tinha mais jeito de sair pela saída principal dei a volta na areá vip e sai pela lateral empurrando e pisando por cima de muita gente, acredito que não sairia se não fosse pela força que utilizei para passar pelas pessoas, ao sair olhava para baixo e via que pisava e cruzava por cima de mulheres e homens desmaiados. Foi uma merda sair por uma porta de no máximo 2 metros e ainda com uma mesa atravessada e todos aqueles corrimões atravessados no meio do caminho. Não vi alarme soando, só gritos, não vi luz de saída, só fumaça. Quando sai me passou na cabeça as pessoas que passei por cima e voltei para retirá-las pois não agüentava escutar berros, ver policias e bombeiros sem dar conta, porque tinha muita gente empilhada. Quando entrei tinha que escolher quem salvar, mas até aí não tinha passado na cabeça a MORTE.
Muita gente apavorada e nenhuma organização, tivemos que levar muitas pessoas desmaiadas no colo até o topo daquela subida para largar dentro de ambulâncias, uma estratégia deveria ser montada faltou para aproximar atendimento das vítimas, mas não culpo porque mal cabia duas pessoas dentro de cada ambulância
Sem ter saída para a fumaça e não podendo ver mais ninguém para poder ajudar começamos a abrir um buraco na parede, arrancar madeiras, grades, janelas destruíramos o isolamento acústico. Ao abrir o buraco na parede para entrar no caixa e um bombeiro me convidou para entrar porque sozinho não conseguiria tirar as pessoas. Entrei e pela primeira vez vi a morte pessoalmente. Vibrava a cada pessoa que saia, mas eu via que nenhum estava com vida. Vizinhos me molhavam e molhavam panos para que eu pudesse entrar mais para o meio da boate, logo um enfermeiro do SAMU me pediu para sair lá de dentro, pois tinha risco de desabar. Não acreditei e ele me mostrou que todos que saiam daí para frente estavam mortos, mesmo assim voltei, peguei uma lanterna com um policial e voltei para ver se alguém se mexia ou pedia socorro. No primeiro momento que liguei e foquei a luz na área vip vi muitos corpos, não sabia mais o que fazer, perdi forças porque vi gente pendurada em grades, vi pessoas empilhadas uma por cima das outras e não era uma ou duas dezenas, era muita gente.
Imagem que nunca apagarei da minha cabeça, não tive força física para ficar ali e tive que sair derrotado de dentro daquele buraco, não entendi a noção e o tamanho da tragédia. Vim abatido para casa, pois não agüentava a dor nas pernas e na cabeça. Acordei agora ao meio dia com amigos atrás de mim, liguei a tv e vi a relação de pessoas mortas.
Queria ter feito mais! Mas sei que tanto eu quanto meus amigos e voluntários deram o máximo.
Agradeço a todos, pois são irmãos que abraçaram a causa e davam sangue pelas vítimas. Eduardo Flores da Silva Eduardo Buriol de Oliveira Matheus Fettermann André Luis Kettermann Coutinho Kassio Lutz Marcos Vinicius Soquetta Jeferson Ribeiro Lima Caixa Anderson mtos outros desconhecidos bombeiros policiais e todos os voluntarios profissionais da saúde
Ver mais


  • Jorge Brum Jbt compartilhou a foto de Ezequiel Real.
    VOU DIZER O SEGUINTE EU TENHO VERGONHA DE TODOS OS POLÍTICOS DO MEU PAÍS, PORQUE POR FAVOR, COMO PODEM FAVORECER OS SÚDITOS DE SEU REINO, E NÃO FAZER NADA PELOS CAMPONESES QUE DÃO O SEU SANGUE PARA QUE ESTA M.... FUNCIONE POR FAVOR QUE DEUS ME PERDÕE SE EU ESTIVER ERRADO (VEERDE OLIVA JÁ´´´´´)
  •  
    •  
AR

sábado, 14 de janeiro de 2012

Porque neste caso (segue matéria jornalística) supostamente simples é tão fácil definir quem seja quem, pelos boletins de ocorrências, como não punir quem humilha como não punir quem agride por motivo mais gratuito possível... só não há punição porque à por trás o berço dos membros legalmente nascidos na ilha de santa Catarina e protegidos pelo bairrismo interminável da sociedade local. Dois pesos e duas medidas, para este caso, se este tivesse saído das classes mais baixas provavelmente o desfecho seria totalmente diferente, não haveria tantas denúncias de agressões sem resposta efetiva dos órgãos de segurança que parecem não querer enxergar a verdade, durante oito anos estes marginais praticam o mesmo terror no local sem que houvesse uma punição adequada para este tipo de crime. O resultado foi um só com as varias tentativas de levar estes monstros a pagar pelo que fizeram com minha família, a atitude racista principalmente da policia militar de Florianópolis de querer digamos não enxergar o que acontecia o que culminou com a falência total de nosso restaurante como empresa pagávamos todos os impostos e obrigações, mas quando pedimos ajuda aos órgãos de segurança não fomos atendidos e chegando ao ponto de agregarem mais ameaças para eu e minha esposa que foi humilhada pelo delegado de policia da 2º delegacia do saco dos limões que berrou como um animal declarando que rasgaria nosso alvará de funcionamento se não parássemos com as denúncias aos membros legalmente nascidos na ilha de santa Catarina (nativos). Com certeza o meu direito de expor a verdade é soberano já que até a midiocracia censurou. Estou a deriva agora sem o mínimo de recursos e com um filho adolescente, vou usar todas as alternativas para fazer estes marginais pagarem pelo que fizeram a mim, a minha família e a minha empresa e as agressões sofridas pelas pessoas que trabalharam conosco porque é inadmissível que mais uma vez saliento a atitude bairrista da policia militar em decorrência dos últimos crimes praticados por estes chacais em pele de cordeiro, que receberam o alto comando da polícia militar na praia do matadeiro como se fossem escoteiros ou algo parecido conforme segue matéria do jornal logo abaixo. Diga-se parecem que a PM foi à praia para dar dicas de etiqueta para estes chacais, que agora para esconder seus atos criminosos querem fazer parte do conselho de segurança do sul da ilha (conseg) SÓ PODE SER BRINCADEIRA DE MUITO MAU GOSTO... Xenofobia é crime A xenofobia, assim como o racismo e a intolerância religiosa, pode ser definida como prática, indução ou incitação de preconceito de raça, cor, etnia e religião. O crime está previsto no artigo 20 da Lei nº 7716/89, com pena de reclusão, que pode variar de 1 a 3 anos e multa. Se for cometida por intermédio dos meios de comunicação (como a Internet), a pena pode ser agravada de 2 a 5 anos e multa, conforme o parágrafo 2º da mesma Lei. 1. Artigo 5° - Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e estrangeiros residentes no país a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança propriedade.


Paz volta à praia do Matadeiro, no Sul de Florianópolis
Reunião entre polícia e moradores é primeiro passo para por fim a sensação de insegurança
Daniel Queiroz/ND

Na trilha, placas posta pelos irmãos impõem proibições 
Mais de 30 moradores da Praia do Matadeiro, no Sul da Ilha, se reuniram com o comando da Polícia Militar para discutir a questão da segurança na praia. O policiamento na região deve ser intensificado a partir do próximo dia 26 com a chegada de reforço para a Operação veraneio. O encontro foi bem avaliado pelos moradores.
Há duas semanas, os irmãos Leleco e Dudu espancaram um homem na praia sob acusação de que ele seria ladrão. Outros moradores também denunciaram os irmãos por agressão.  Mas a praia ficou dividida entre os que defenderam a ação dos gêmeos e os que repudiaram. Desde então o clima de insegurança tem pairado sobre os moradores. As acusações dão conta de os dois querem impor, através da força, “ordem na região”. Segundo informou o comandante do 4º Batalhão da PM, coronel Araújo Gomes, a polícia vai intensificar as ronda na região e que a entrada e saída de pessoas no Matadeiro será controlada após as 00h todos os dias.
Já partir do dia 26, uma Base Móvel da PM estará de prontidão na entrada da Armação monitorando todos os veículos que entram e saem da região. As câmeras do bairro, que começam a funcionar hoje, também servirão para aumentar a sensação de segurança  .
Segundo os moradores, as promessas feitas pela PM foram satisfatórias e esperam que os excessos acabem. “Foi bastante positivo. A Polícia atendeu nosso pedido e esperamos que as coisas melhorem na região”, declarou o preseidente do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) do Pântano do Sul, Carlos Thadeu.
Os gêmeos também participaram da reunião. Um deles manifestou interesse em participar das reuniões mensais do Conseg. Na semana passada, um morador da região que apanhou dos irmãos por ter andado de bicicleta na trilha, registrou um queixa na polícia. Ao total, os gêmeos têm mais de 15 boletins de corrências contra eles.
Monitoramento começa
Depois de quatro anos de insistências, começam a funcionar a partir desta quinta (22) o sistema de videomonitoramento da Polícia Militar nos bairros Armação e Pântano do Sul. Serão sete câmeras nos dois bairros: cinco na Armação e duas no Pântano do Sul. As e demais câmeras da região Sul só serão instaladas e ativadas no próximo ano.
A instalação dos equipamentos faz parte do convênio entre PM e Secretaria de Turismo, que prometeu a instalação e ativação de 28 câmeras em toda a região Sul da cidade. As demais câmeras de vigilâncias, nas comunidades do Campeche, Morro das Pedras, Areias do Morro das Pedras, Fazenda do Rio Tavares, Tapera, Ribeirão da Ilha e Açores só serão reativadas em janeiro.
O presidente do Conseg, Carlos Thadeu, diz que a vontade dos moradres era ver o governador presente na inauguração do sistema de monitoramento. "Ele esteve nos outros bairros, mas não virá aqui. Nos sentimos desprestigiados", declarou.  

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

DENÚNCIA : ECOLOGISTA CORRE PERIGO DE VIDA NA PRAIA DO MATADEIRO,FLORIANÓPOLIS !!!

MAGIA DO LUAR

DENÚNCIA : ECOLOGISTA CORRE PERIGO DE VIDA NA PRAIA DO MATADEIRO,FLORIANÓPOLIS !!!



O ecologista MARCO (de camisa roxa, comigo na foto), proprietário há 6 anos do bar e restaurante "MAGIA DO LUAR", na Praia do Matadeiro, onde instalou um sistema de reciclagem de água e materiais financiado pelo Banco do Brasil, está sendo perseguido e ameaçado por indivíduos ligados à concorrência local. Já teve seu estabelecimento invadido e depredado,aos gritos de "vai te embora, gaúcho", num típico caso de xenofobia, procedimento inadmissível nos tempos atuais. Sua família e garçons foram ameaçados e vários Boletins de Ocorrência (BOs) já foram feitos, assim como cartas já foram encaminhadas à imprensa de Florianópolis sem que nada tenha sido feito.

   







MAIORES DETALHES :

Acessem dois blogs :

www.james-pizarro.blogspot.com (postagens de 1 a 6 sob o título "Magia do Luar")

www.magiadoluarbar.blogspot.com (blog do próprio bar, onde existem fotos, videos das invasões, depoimentos, explicações, etc...)

4 comentários:

Iracema disse...
Prof. James, como sua personal stylist voluntária, fiquei feliz ao ver sua primeira foto sem os óculos pendurados em seu pescoço. Observe como esse pequeno detalhe está combinando mais com seu jeitão alegre e jovial. Gostei!!!
das SILVA disse...
Hoje varias pedras se soltaram da encosta da gruta atrás de nosso restaurante, já comuniquei todos os órgãos responsáveis pela proteção do meio ambiente sem nenhuma ação de retorno para o problema isto há mais de um ano atrás.
O que se segue agora é meu desabafo pessoal
O local intitulado publico na realidade é sim particular como tem documentação referente a isto, não estou questionando a relação do terreno ou se é legal ou não, quero colocar que tamanho descaso dos órgãos que deveriam ajudar A ZELAR e coibir os desmatamentos que ocorrem direto aqui e que nada o fazem, pois bem este é a ultima postagem do blog O MEIO AMBIENTE AGRADECE com ele morre também minha estada aqui na ilha tentei de várias formas ajudar na proteção do meio em que vivo fiz isto somente pensando na segurança da minha familia no turismo auto sustentável desta região na proteção de suas águas e principalmente na tentativa de sensibilizar as comunidades envolvidas, sem sucesso algum.
O que recebi em troca foi todas as negativas possíveis a minha permanência e ao meu trabalho aqui, fui fortemente atacado por órgãos do município, força policial, moradores enfim, acho que o maluco sou eu por querer mostrar uma verdade que incomoda, mas que se torna a cada dia mais claro o planeta não mais vai resistir às agressões sofridas chegou o momento que ele irá revidar e que deus tenha pena de nós simples mortais hipócritas e inconseqüentes.
Foram quase sete anos vivendo neste lugar de grande beleza, mas com enormes víboras ávidas pelo sangue de quem tenta ir contra seus princípios nefastos e egoístas, mas eu acredito em deus e também acredito nos homens de boa vontade, sei de coração que a razão vai vencer a mesquinhez de espírito de alguns que se acham super poderosos a falsidade vai cair a tão esperada era de aquários chegou e com ela a esperança da terra e de nossos filhos de ter um lugar melhor para se viver.
Eu perdi a batalha reconheço minha família também perdeu, o que tentei por mais de 14 anos conquistar, amor, respeito e principalmente ser um pai honrado, para mim não sobrou nada mais a não ser postar estas ultimas palavras em meu blog, para que sirva pelo menos de algum tipo de lição, porque o mundo precisa ser melhor não sinto raiva ou qualquer vontade de brigar com as mesmas armas que foram usadas contra mim.
Agradeço a minha família por este relacionamento maravilhoso e a possibilidade ter aprendido muito, agradeço aos meus amigos verdadeiros e parceiros que acreditaram na minha visão de trabalho às vezes rudes, mas justas deixo claro também que não vou desistir de meus ideais não desistirei nunca de lutar tão pouco, porem agora serei mais realista de que idealista vou sempre honrar com o meu direito de ser pai mesmo sendo obrigado a deixar o convívio dos meus, pelos problemas que se sucederam ao longo dos últimos seis anos e claro pelo que se criou com isto minha ultima temporada de trabalho aqui foi terrível fui cerceado por todos os lados tive pessoas que colaboravam com meu trabalho humilhadas e agredidas por marginais que são é claro protegidos pelo localismo infinito daqui.
Triste fim para um sonhador como escrevi em breve comentário em nosso blog “nós somos pequenos, mas nossos sonhos são do tamanho do planeta” é aonde por lógica deveria ter tido apoio fui covardemente atacado não revidei e perdi a confiança de minha família consequentemente minha empresa e minha vida desmoronou em poucos meses acumulei dividas por não poder pasmem botar a cara para fora para carregar um saco de lixo sequer.
alguns vão ler estas palavras e sentiram enorme prazer, para estes o universo reservará o melhor dos carmas com certeza eu acredito de coração, para outros estas palavras servirão de reflexão para evitar os mesmos passos que trilhei até agora, ou seja, nunca vá contra quem tem muito poder, mesmo que este seja cria da corrupção da ignorância e da desumanidade da alma.
Irei continuar longe daqui tentando, trabalhando e de novo conseguir reconquistar o que perdi... como qualquer outro ser humano tenho muitos erros e vícios que só o tempo e a experiência poderão me mostrar mas de todos o mais forte dentro de mim é não calar a boca para a hipocrisia, impunidade e covardia que se assola por esta comunidade fechada e mal informada, pois bem estão livres de mim agora desejo de coração que cuidem desta terra maravilhosa que aprendi a amar também, cuidem de coração deste paraíso e deste tesouro que a natureza lhes deu, mas não deixem as verdadeiras ervas daninhas tomarem conta, para vocês não serem sufocados também .
ao professor JAMES PIZARRO que me conhece a longa data desejo que sua luta pela ecologia continue um marco pela nossa existência neste planeta...que por sinal é a nossa única casa e altar de deus nosso pai que mora em nossos corações a sua verdadeira e única morada já que somos feitos da sua imagem muito obrigado de coração professor a sua estada nesta ilha representa o melhor por este lugar tão agredido pela falta de informação e sensibilidade pelo proximo... durma com deus e cuide deste seu coração maravilhoso AMEM!!!
Iracema disse...
Prof. James, será possível retirar essa mensagem do Marco? Quero divulgá-la pelo mundo afora. Afinal, o Brasil inteiro se solidarizou com a tragédia desse Estado. No entanto, pelo que estamos vendo através da ineficiência e falta de comprometimento dos órgãos competentes e da imprensa local, a imagem de SC não é a que foi apregoada durante a tragédia. Esse Estado tem belezas naturais, mas na mesma proporção pessoas que querem dizimar esse pedacinho de paraíso.
Margah disse...
Meu amigo, é com grande tristeza que leio tua mensagem. Eu que acompanhei o nascimento de um sonho, vejo decepcionada, o fim do mesmo. Amigo não é necessário muito tempo para que o planeta responda, ao descaso do homem, isso já está ocorrendo. Quanto a ignorância, infelizmente nada podemos fazer, esse é o pior dos males. Quando as pessoas vivem de forma alienada, torna-se impossivel uma ação.
Vá em frente e lembre-se que a dignidade da luta por uma verdade é o melhor tesouro que podemos deixar para nossos filhos.
Um grande abraço e um beijo no coração.
Margah Souza

domingo, 18 de dezembro de 2011

UM BASTA A IMPUNIDADE!!! JUSTIÇA JÁ!!!


Florianópolis, 09 de dezembro de 2011

Ofício nº01.2011.017526-6

            Senhor Delegado-geral de polícia.


           cumprimentando-o cordialmente, ao tempo em comunico a vossa senhoria a abertura de representação criminal (autos SIG 01.2011.017526-6),tendo objeto notícia-crime contra dois irmãos de apelido ¨Dudu e Leleco¨,REQUISITO-LHE, com amparo nos arts. 127 e 129, inciso VIII, da CF/88, urgente instauração de inquérito policial com o fim de identificar e investigar os dois individuos que estariam aterrorizando os moradores da praia do matadeiro no sul da ilha. Nota-se que, segundo consta do B.O n.00124-2011-06687, da 2º DP, de 9.12.2011(cópia anexa), desta vez a investida dos agressores foi contra um cidadão argentino C.M.S.L. naturalizado brasileiro. outras pessoas daquele bairro também já teriam sofrido agressões violentas registradas na 2º Delegacia de Polícia. consat que os agressores atacam as suas vítimas ao estilo odiável dos skinheads (cabeças raspadas).

          Esclareça-se, por necessário, que em contato telefônico com o Delegado de Polícia da 2º DP, o titular reconheceu a existência dos registros políciais, admitindo que ainda não foi instaurado inquérito policial para investigar as denúncias, por falta de investigadores.

          A gravidade dos fatos, no entanto, não pode deixar os moradores à mercê desses malfeitores. Urge, pois, previne-=se que eles atentam contra a vida e dignidade de outras vítimas.daí a presente requisição no sentido de que vossa senhoria designe, em caráter excepcional, uma equipe de investigação para apurar os fatos noticiados, representando, oportunamente, por eventuais/medidas cautelares.

         
MAGIA DO LUAR  Só postei este vídeo agora porque graças a deus o véu da falsidade está caindo, A violência se combate com justiça. No nosso entendimento justiça é reconhecer, respeitar e resgatar o direito de todos, sobretudo, o de viver dignamente.Chegou à hora de a gente construir a paz, ninguém suporta mais o desamor. Para construir a paz é preciso largar as armas. Usar ferramentas adequadas. Falar e agir como pacifista. Usar termos e idéias que enalteçam a paz e não a violência. É preciso adequar a nossa terminologia numa ação pró-paz.

VíDEO DEPOIMENTO MOSTRANDO UM ATAQUE DE VIOLÊNCIA GRATUITA POR MOTIVO FÚTIL

MAGIA DO LUAR

sábado, 8 de outubro de 2011

ONU-Agua reune especialistas para debater água na economia verde


Cecy Oliveira - direto de Zaragoza (Espanha).
A convte da ONU-AGUA


Um grupo de 80 consultores convidados, entre os quais estão jornalistas especializados em água, está reunido esta semana na cidade espanhola de Zaragoza para debater A Água na Economia Verde

, promovido pela ONU-Água.

Para entender o objetivo da reunião a organização do evento propôs uma definição do que seria uma economia verde:

Segundo o PNUMA, uma economia verde é aquela capaz de melhorar o bem-estar das pessoas e a equidade social reduzindo ao mesmo tempo os riscos ambientais e a escassez significativamente. Seria também a melhor resposta para a crise climática, a alimentar e a econômica, através de um paradigma alternativo que estimula o crescimento e protege os ecossistemas do planeta e contribui para a redução da pobreza.

Mas a principal característica deste tipo de economia é que se centra fundamentalmente no ponto de encontro entre o meio ambiente e a economia.

Um dos temas centrais da proposta é fazer mais com menos mediante a inovação tecnológica, a adoção e difusão da tecnologia para reduzir a brecha entre os usuários mais eficientes e os menos eficientes e outras medidas que levem a uma mudança de atitude.

Entre as ações propostas para que o mundo caminhe mais rapidamente para um modelo baseado na economia verde estão:

* Incentivos econômicos na gestão da água.

• Reformas políticas e da governabilidade para a criação de empregos verdes.

• Recuperação de custos e alternativas para um financiamento sustentável dos serviços de água que pressuponham um passo adiante no atendimento aos mais pobres, promovam o crecimento e reduzam o impacto ambiental.

• Investimentos e medidas fiscais para a proteção e melhoria da biodiversidade para promover a economia verde.

• Tecnologia da água que contribua para a criação de empregos e ao desenvolvimento de empresas.

• Planejamento hídrico que apoie a transição para a economia verde.

Uma estratégia para a melhor utilização do solo é promover mudanças no uso da terra e da pressão do setor agrícola. Com isso é possível deter uma redução de áreas de floresta natural e sua substituição por culturas não-originais.

Outra medida é promover políticas ambientais, econômicas, comerciais e de desenvolvimento que visam ao desenvolvimento de práticas de colheita que melhorem a eficiência no uso dos recursos naturais a curto prazo. Um bom exemplo sao os saldos de água virtual (a quantidade de água necessária para obter um bem ou serviço), que são essenciais para os países com uma relativa escassez de água. Na agricultura, a experiência do Uruguai na produção de arroz, e do Paraguai, tem demonstrado a viabilidade de uma produção agrícola aumentar o desempenho, com base em critérios ecológicos.

De acordo com o último relatório divulgado pelas Nações Unidas, o investimento verde no setor hídrico poderia gerar grandes benefícios para a saúde humana, a segurança alimentar e o crescimento econômico.

O levantamento aponta que um investimento de 0.16% do PIB mundial no setor hídrico poderia diminuir a escassez de água e reduzir pela metade o número de pessoas sem acesso à água potável e a serviços de esgotamento sanitário em um período inferior a quatro anos.

A falta de investimentos em serviços hídricos, de coleta, tratamento e reutilização eficiente da água resulta na redução de reservas aquíferas em várias partes do mundo e contribui para uma situação em que a demanda global por água poderia ultrapassar a oferta num período de 20 anos, diz o estudo.

No capítulo dedicado à água no Relatório sobre Economia Verde, lançado durante a Conferência da Semana Mundial da Água em Estocolmo, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) apontou que o investimento em saneamento e água potável, assim como o fortalecimento dos sistemas locais de abastecimento hídrico, a conservação dos ecossistemas vitais para o abastecimento de água e o desenvolvimento mais eficiente de políticas, pode auxiliar na prevenção de altos custos sociais e econômicos resultantes do abastecimento inadequado de água.

Camboja, Indonésia, Filipinas e Vietnã são alguns dos países cujas perdas causadas pela deficiência no serviço de saneamento básico alcançam cerca de US$ 9 bilhões por ano ou 2% do PIB total combinado.

Para o subsecretário geral da ONU e Diretor Executivo do PNUMA, Achim Steiner, otimizar o acesso à água potável e serviços de saneamento básico é fundamental para uma sociedade mais sustentável e de uso mais eficiente de recursos.

“O Relatório sobre Economia Verde revela que o investimento na gestão e infraestrutura hídrica, assim como em ecossistemas dependentes de água, combinado a políticas eficientes pode contribuir e garantir a segurança da água e dos alimentos, melhorar a saúde e fomentar o crescimento econômico”, afirmou Steiner.

Caso não haja êxito na promoção do uso mais eficiente da água, a demanda pode ultrapassar a oferta em 40% até o ano de 2030.

Segundo o estudo sobre Economia Verde, a otimização na produtividade de água, assim como o aumento no seu abastecimento (por meio de novas represas, estações dessalinizadoras e reciclagem) pode diminuir essa lacuna em até 40%. No entanto, os 60% restantes deverão ser compensados a partir de investimentos
na infraestrutura, reformas na política de recursos hídricos e desenvolvimento de novas tecnologias
.

domingo, 10 de julho de 2011

O Silêncio das Abelhas - Documentário - Legendado

Documentário sobre o desaparecimento das abelhas.Os cientistas dizem que podemos estar enfrentando uma catástrofe global. Nos últimos seis meses, até 80% das abelhas norte-americanas simplesmente desapareceram. Agora o pesadelo se espalhou para a Europa. Será que isto é o primeiro sinal de um colapso ecológico gigantesco? Fantásticas fotografias macroscópicas nos darão uma visão mais detalhada do papel crucial que as abelhas desempenham em nosso ecossistema. Exploraremos as teorias divergentes sobre as causas por trás de seu rápido desaparecimento.
 

domingo, 3 de julho de 2011

HOME

Home é um documentário lançado em 2009, produzido pelo jornalista, fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand. O filme é inteiramente composto de imagens aéreas de vários lugares da Terra. Mostra-nos a diversidade da vida no planeta e como a humanidade está ameaçando o equilíbrio ecológico. O filme foi lançado simultaneamente ao redor do mundo em 5 de junho nos cinemas, em DVD e no YouTube. Foi estreado em 50 países diferentes e é totalmente gratuito e sem lucros comerciais. É narrado por Glenn Close.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A ERA DA ESTUPIDEZ

MAGIA DO LUAR

 The Age of Stupid (2009)


Imperdível!
Poderíamos ter evitado o fim do Mundo... pode ser este o pensamento futuro dos que restarão à devastação humana, produto de nossas próprias atividades.

Apesar de se focar mais na questão das emissões de CO2, esse filme-documentário mostra de forma lúdica e dinâmica, através de testemunhos e ótimas animações, a agressão do homem à natureza, a despreocupação em extrair todos os recursos possíveis, em contaminar o meio-ambiente, em querer o infindável crescimento econômico nunca saciado pelos poderosos resultando na miséria dos menos favorecidos, a vocação dos grandes impérios pela história em saquear, assassinar e devastar lugares e povos em nome do lucro.

Nessa jornada embriagada do capitalismo, não nos demos conta, apesar de todos os sinais da natureza, que estamos acabando com o planeta, e que o tempo para evitar essa catástrofe estará se esgotando em alguns anos.
“É como usar binóculo para ver as pessoas de longe na praia, andando em círculos, concentradas na areia debaixo dos seus pés, enquanto um tsunami dirige-se à praia.”
(Comentários: Docverdade).Site Oficial
Trailer

Torrent

domingo, 19 de junho de 2011

Urgente: Assine o Manifesto Contra o Novo Código Florestal.

MAGIA DO LUAR



A bancada ruralista está mais fraca, mais ainda gozam de grande poder no Brasil.


As proposta do novo Código Florestal Brasileiro será votada na Câmara dos Deputados em breve! Deputados ruralistas estão investindo fortemente em uma campanha absurda para remover proteções ambientais e anistiar desmatadores.

Se eles conseguirem, vastas áreas de vegetação nativa ficarão expostas ao desmatamento. Especialistas concordam que as alterações propostas pelos ruralistas para o Código Florestal podem levar a terríveis consequências, como agravamento de enchentes e deslizamentos, assoreamento de rios, perdas para a própria produção agrícola. Mas os ruralistas não escutam e querem aprovar a proposta agora! 



ASSINE A PETIÇÃO AQUI.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

A AÇÃO MENTAL INTERPLANETÁRIA APELO DOS SERES ESPACIAIS AOS TERRESTRES

  

- Irmãos Terrestres, a situação atual é muito grave e vocês precisam urgentemente de
ajuda! Já é hora de saberem a VERDADE - que sempre lhes foi encoberta - sobre os
Seres Espaciais e por que estamos aqui; de conhecerem nossa base de pouso oculta na
Cordilheira dos Andes – A Cidade dos Sete Planetas - e por que nós ainda não nos
apresentamos abertamente a vocês.
- Nós não somos os monstros grotescos e agressivos que a mídia lhes apresenta. Na
realidade, somos uma SOLUÇÃO DE SOBREVIVÊNCIA E DE FUTURO para esta
Humanidade, que caminha para um total extermínio conseqüente de catástrofes
naturais, degradação ambiental, guerras , terrorismo, fome, epidemias e,
principalmente, do CAOS CLIMÁTICO provocado pelo AQUECIMENTO GLOBAL. Vocês,
Irmãos Terrestres, me desculpem a franqueza, mas caminham cegos, iludidos e
condicionados aos seus velhos e injustos sistemas políticos, científicos, sociais,
econômicos e religiosos; colocam o crescimento econômico como prioridade maior que
a Vida e ainda nos julgam como guerreiros dispostos a invadir a Terra. Não, meus
Irmãos, não há razão para nos temerem, nós somos iguais a vocês, seus Irmãos da
Grande Fraternidade Cósmica; queremos compartilhar convosco tudo o que já
aprendemos em milhares de anos de pesquisas e de evolução, para que consigam
sobreviver aos efeitos do AQUECIMENTO GLOBAL e às sombrias perspectivas que se
descortinam num horizonte muito mais próximo do que imaginam. Será que vocês
estão aptos a nos receber e conviver como seus Irmãos do Espaço?
- Viemos de sete Planetas em missão de Paz e de ajuda aos Terrestres; abram as suas
mentes, desarmem os seus espíritos, libertem-se dos seus preconceitos e permitam
que os ajudemos nesta crítica e caótica situação em que se encontram. Possuímos os
CONHECIMENTOS e a TECNOLOGIA que tanto necessitam; a sua sobrevivência e o seu
futuro dependem muito da nossa união pacífica e fraterna. Sejam sensatos, Irmãos da
Terra... amanhã pode ser tarde demais.
O CENÁRIO ATUAL DA TERRA
(de Zastei - Espacial - para a Ordem dos Filhos da Luz em 31/12/99)
“UM PLANETA AGONIZANTE” – esta é hoje a situação da Terra, com a quase
totalidade das chamadas RESERVAS NATURAIS (Mineral, Vegetal e Animal) esgotadas
ou comprometidas.
A depredação irracional dos recursos, motivada pela ganância e ambição deste último
século, aliada à destruição provocada pela própria Natureza através de incêndios,
alagamentos e movimentos do solo e também à destruição pelo homem da camada de
ozônio, o efeito estufa, o degelo das calotas polares, o aumento da temperatura e a
poluição em todos os seus aspectos, conduziram a Terra a esta situação
desesperadora, com as mais sombrias perspectivas, caso não sejam tomadas medidas
emergenciais para reverter o processo de deterioração e recuperação do que foi
perdido.
A preservação da Vida Planetária, dos seus Quatro Reinos, depende exclusivamente
da SAÚDE e EQUILÍBRIO do próprio Planeta, um doente em estado terminal.
A explosão demográfica descontrolada e o que é pior, a irracionalidade dos SISTEMAS
VIGENTES, estão conduzindo TUDO e TODOS a um inevitável colapso.
Ilustração: População Mundial (Folha de São Paulo – 28.05.99)
ANO 1
POPULAÇÃO = 200 MILHÕES DE
HAB.
ANO 1.650POPULAÇÃO = 500 MILHÕES DE
HAB.
ANO 1.804POPULAÇÃO = 1 BILHÃO DE HAB.
ANO 1.913POPULAÇÃO = 2 BILHÕES DE
HAB.
ANO 1.960POPULAÇÃO = 3 BILHÕES DE
HAB.
ANO 1.974POPULAÇÃO = 4 BILHÕES DE
HAB.
ANO 1.987POPULAÇÃO = 5 BILHÕES DE
HAB.
ANO 1.999POPULAÇÃO = 6 BILHÕES DE
HAB.
Nota: Pelos números divulgados
observa-se que levou 1.804 anos para a população mundial saltar de 200 milhões
para 1 BILHÃO e apenas nos últimos 12 anos (87/99) aumentou mais 1 BILHÃO.
Pouco ou quase nada têm adiantado as constantes advertências chamando a atençãopara a necessidade de uma CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA e para a preservação do meioambiente da Terra.
Existem, é verdade, as ações positivas de heróicos e pequenos grupos, que ousam
desafiar os “poderosos”, contrariando seus interesses, numa desigual luta de
pigmeus contra gigantes que atropelam tudo e todos os que se interpõem em seu
caminho. E o povo, cada vez mais condicionado à ignorância e a servir inocentemente
a esses interesses, contribui poluindo sempre mais as grandes cidades, embriagando-
se num consumismo desesperado, fazendo exatamente o “jogo” programado por ELES
e assim, comprometendo ainda mais rapidamente toda a estrutura dos sistemas
sociais que levaram séculos para serem conquistados.
Além disso, some-se também a nociva programação sistemática visando o
desvirtuamento dos valores MORAIS, ÉTICOS e ESPIRITUAIS; de apoio e incentivo à
competição feroz que gera a violência, induzindo cada um a considerar o seu
semelhante como um inimigo em potencial; da deterioração dos sistemas de
educação, saúde e infra-estrutura indispensável às sociedades civilizadas; do
desrespeito aos valores de Pátria, Nação e País, subservientes ao CAPITAL; da
proliferação pandêmica da corrupção e enfermidades que já tomaram conta do Globo;
do desemprego em larga escala, do racismo e do radicalismo religioso exacerbados.
Eis aí, em poucas palavras, um panorama desta época moderna... simplesmente o
CAOS, com tendências para piorar cada vez mais.
A única saída que resta é a execução urgente de uma GRANDE REFORMA
PLANETÁRIA, uma globalização em todos os sentidos, não apenas na economia.
Observem como a FORÇA DA PAZ, juntamente com as FORÇAS DA NATUREZA já estãoem plena ação; após o colapso dos sistemas atuais, será necessária a RECOMPOSIÇÃOe RECONSTRUÇÃO DO NOVO MUNDO, de NOVOS SISTEMAS, de NOVA SOCIEDADE, deum NOVO HOMEM, com o que restar de sadio da Humanidade e dos recursos naturais.
Quando afirmamos que o Planeta está doente, não nos limitamos apenas ao seu
aspecto físico; a pior doença é a distorção psíquica que compromete quase toda a
Humanidade, que também se deixou corromper, absorvendo com voracidade
espantosa as SEMENTES ENVENENADAS que lhes foram oferecidas.


quarta-feira, 1 de junho de 2011

ZEITGEIST-UMA PARTE DA VERDADE

E se tudo o que você sabe sobre terrorismo, atentado do 11 de Setembro, a vida de Jesus, fosse tudo mentira? O que você faria? Com certeza você gostaria de saber porque e como isso poderia ser mentira! Mas como ?!!
Disponibilizo aqui o incrível documentário "ZeitGeist" que em alemão significa "Espírito do Tempo"; um termo alemão que exprime o avanço intelectual e cultural do mundo numa época.
Esse documentário deveria ser reproduzido em Tv aberta em horário nobre, em programas como Gugu e Faustão ... !
Se isso acontecesse, o mundo desabaria em todos os sentidos, pois é a "grande mentira" que sustenta o mundo inteiro.
Pois bem, se você ainda não assistiu, basta baixar o documentário inteiro com legendas em português direto do link abaixo. Se você não tiver como baixar (devido internet menos favorável) então peça para um amigo, procure nas video-locadoras, amigo de amigo, não importa como !!!! ASSISTA e depois deixe seu documentário aqui no blog pra ser discutido.
SUA VIDA MUDARÁ após assistir esse documentário! Pode ter certeza!

Obs: O link está direcionado para uma página onde você pode baixar inúmeros documentários, vídeos, muito interessantes.

Clique aqui para ir para a página do link

Para quem quiser dar uma prévia vizualizada no video antes de baixar, clique aqui

TÁ AI, SERIA UMA VISITA BOA NA PRAIA DO MATADEIRO.

SEGUNDA-FEIRA, 5 DE DEZEMBRO DE 2011
VOLTA À ILHA ATRÁS DO ESGOTO é matéria no Notícias do Dia
Volta à ilha atrás do esgoto revela quadro alarmante em Florianópolis
Levantamento feito pelo Mosal aponta que no sul da ilha seriam necessaárias 30 estações para que o tratamento de esgoto fosse eficiete
Fábio Bispo
@fabiobispo_nd
FLORIANÓPOLIS
Janine Turco/ND
Despejo de esgoto direto nas águas limpas se torna cada vez mais comum com a falta de fiscalização


Discretamente, embaixo do trapiche, um cano despeja ininterruptamente esgoto no canal da Barra, entre Lagoa da Conceição e praia da Barra da Lagoa. A prática ilegal se repete em quase todos os rios e balneários de Florianópolis sem nenhum tipo de fiscalização. As consequências dessa poluição afetam os balneários, que ficam impróprios para banho, e podem acabar com ecossistemas inteiros. No último sábado, Essa realidade foi constatada de perto pelo coletivo Mosal (Movimento Saneamento Alternativo), que percorreu todas as estações de tratamento ao redor da Ilha para verificar como os resíduos são tratados e devolvidos para natureza.
O reflexo mais direto da poluição que chega às marés é o relatório de balneabilidade apresentado pela Fatma (Fundação do Meio Ambiente), no último mês de novembro. Pelo menos, 38% das águas de Florianópolis estão comprometidas. E a poluição vem crescendo. Em 2011 foram levantados 25 pontos impróprios para banho na Capital, em 2009 eram 21. “O que verificamos foi um estado de total descaso. O sistema de tratamento de esgoto é praticamente inexistente em Florianópolis”, apontou o ecologista Gert Schinke, integrante do Mosal e presidente da Feec (Federação das entidades Ecologistas Catarinense).
O Mosal visitou 12 ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto), pontos que deveriam tratar o esgoto e devolver efluentes com o mínimo de risco ao meio ambiente. Segundo Gert, todas as regiões sofrem com a falta de tratamento do esgoto. A situação mais crítica está no Sul da Ilha. No leste, as estações da Barra da Lagoa e Lagoa da Conceição funcionam perfeitamente, mas não conseguem atender toda a população dos bairros. Um relatório será preparado e divulgado à população e entregue ao Ministério Público do Estado.
Regiões Sul e Norte têm tratamento mais deficiente
No Sul da Ilha a situação é considerada alarmante. Com uma estação com as obras de construção embargadas por irregularidades e outra sem operação, toda a população do Sul da Ilha estaria vulnerável a poluição das marés. “No sul da ilha o tratamento de esgoto é praticamente inexiste”, afirmou Gert. O ecologista argumenta que apesar de muitos condomínios possuírem sistemas de tratamento próprios, o uso não é estimulado pela Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) e muitas não funcionam.
No Norte da Ilha a situação também não é das melhores. A estação dos Ingleses está desativada, assim como a estação da Praia Brava. Em Canasvieiras a estação funciona em situação precária e cerca de 80% das residências não está ligada a rede coletora de esgoto. O Ministério Público move uma ação contra a Casan pedindo o funcionamento perfeito da ETE.
As estações da Vila União e Jurerê Internacional funcionam perfeitamente. A da Vila União atende apenas 424 residências e despeja seus efluentes no Rio Papaquara. Em Jurerê Internacional, a única estação que não está sobre a concessão da Casan, apresenta os melhores resulotados. Cobre 100% das moradias em Jurerê Internacinal e Tradicional.
As outras estações visitadas, no Saco Grande e no Parque Tecnológico do João Paulo, excluem praticamente toda a população desses bairros, segundo Gert. “A do Saco Grande atende praticamente só o Shopping Floripa e do Parqtec só o parque tecnológico, deixando todos os moradores que moram nas redondezas sem tratamento de esgoto”, finaliza.
Problema encontrado em todas as estações foi a entrada de água pluvial na rede de esgoto. A água limpa que entra nos sistemas de coleta sobrecarrega ainda mais a capacidade das estações.
Números oficiais são questionados
Em novembro, quando apresentou o estudo de balneabilidade, o presidente da Fatma, Murilo Flores, declarou que a situação se agravou depois de uma década de inércia da Casan que não realizou planos de saneamento básico. “Historicamente os pontos reprovados se repetem, quase sempre são os mesmos. Isso significa que falta ação”, avaliou ao revelar os estudos.
Dados da Casan dão conta de que 55% da cidade têm tratamento de esgoto, e já foram anunciados investimentos de R$ 343,1 milhões, que aumentariam a cobertura para 75% da cidade.
Em fevereiro, foi lançado o PMIS (Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico) que prevê a coleta e tratamento de 100% do esgoto da cidade. O Mosal questiona os dados apresentados pela Casan. “Está provado que não temos 55% de tratamento de esgoto. O índice não ultrapassa 20%. A casan vende mentiras”, finalizou Gert.
O Mosal defende um sistema descentralizado de tratamento do esgoto. “O esgoto precisa ser tratado localmente. Não temos mais como construir grandes estações e transportar grandes volumes de uma região para a outra. O tratamento se torna impossível”, comenta Raquel Macruz, que integra o coletivo.
Situação das ETE, segundo Mosal
Campeche I: Inoperante
Campeche II: Inoperante. Obras embargadas.
Lagoa: Em Operação
Barra da Lagoa: Em Operação
Ingleses: Inoperante
Praia Brava: Inoperante
Vila União: Em Operação
Canasvieiras: Operando parcialmente
Jurerê Internacional: Em Operação
Saco Grande: Em Operação
Parqtec: Em Operação
Insular: Em Operação


**** E NÃO PERCA...MOSAL FLAGRA COMCAP !!!
http://mosal-residuossolidos.blogspot.com/

POR RESPEITO AO INDIVIDUO E PELO DIREITO DE IR E VIR


Florianópolis, 09 de dezembro de 2011

Ofício nº01.2011.017526-6

Senhor Delegado-geral de polícia.


cumprimentando-o cordialmente, ao tempo em comunico a vossa senhoria a abertura de representação criminal (autos SIG 01.2011.017526-6),tendo objeto notícia-crime contra dois irmãos de apelido ¨Dudu e Leleco¨,REQUISITO-LHE, com amparo nos arts. 127 e 129, inciso VIII, da CF/88, urgente instauração de inquérito policial com o fim de identificar e investigar os dois individuos que estariam aterrorizando os moradores da praia do matadeiro no sul da ilha. Nota-se que, segundo consta do B.O n.00124-2011-06687, da 2º DP, de 9.12.2011(cópia anexa), desta vez a investida dos agressores foi contra um cidadão argentino C.M.S.L. naturalizado brasileiro. outras pessoas daquele bairro também já teriam sofrido agressões violentas registradas na 2º Delegacia de Polícia. consat que os agressores atacam as suas vítimas ao estilo odiável dos skinheads (cabeças raspadas).

Esclareça-se, por necessário, que em contato telefônico com o Delegado de Polícia da 2º DP, o titular reconheceu a existência dos registros políciais, admitindo que ainda não foi instaurado inquérito policial para investigar as denúncias, por falta de investigadores.

A gravidade dos fatos, no entanto, não pode deixar os moradores à mercê desses malfeitores. Urge, pois, previne-=se que eles atentam contra a vida e dignidade de outras vítimas.daí a presente requisição no sentido de que vossa senhoria designe, em caráter excepcional, uma equipe de investigação para apurar os fatos noticiados, representando, oportunamente, por eventuais/medidas cautelares.


SUSTENTABILIDADE !!!

partindo da premissa, que o Brasil, e um país que usa água potàvel para tudo inclusive, para as nossas descargas sanitàrias;o assunto merece ser melhor detalhado, para a nossa compreensao, pois a próxima crise da humanidade, será a falta de água, entao toda tecnologia deverá se voltar para este tema.
acho isso importante para o futuro do Homem, que ficará sem água potável muito em breve, até mais cedo do que acreditam os cientistas, em 2050. Acredito nisso porque já há falta d´água e o pouco que nos resta é desperdiçado, p/ ex. pessoas varrendo a calçada com mangueiras, lavando pátios etc. Isso deveria ter uma punição no bolso, pois só assim é que conscientiza as pessoas.Uma experiência implantada no Oeste potiguar pode mudar a vida de muitas famílias, especialmente da agricultura familiar do Brasil. Um sistema simples, fácil e barato que reutiliza a água servida dos esgotos e transforma os quintais inutilizáveis em uma importante área de produção, que ajuda a complementar e mudar os hábitos alimentares das residências.O sistema, conhecido por Bio-Água, é uma reprodução de um projeto já existente no Chile, mas a sua inserção no semiárido brasileiro é inédita. À uma caixa de gordura são ligadas todas as tubulações da residência e um cano encaminha a água servida para um poço feito com anéis de concreto medindo pouco mais de um metro de profundidade e diâmetro. O reservatório recebe algumas camadas de pedras seixas, brita, pó de serraria, humos e minhocas, que se alimentam dos restos de comida.Depois de passar por esse processo natural, a água segue em outra tubulação para outro recipiente semelhante em dimensões ao anterior. Neste local, o líquido já está pronto para o uso na agricultura. As primeiras experiências estão em andamento no sítio São Geraldo, município de Olho D'água do Borges.Três residências foram escolhidas para experimentar o projeto, de acordo com o gasto de água que varia de 1.200 a 300 e 200 litros por dia. Wilisses Dantas mora na casa que tem o maior gasto. Antes de o sistema chegar, o esgoto era despejado em uma fossa seca na frente da casa. Dona Severina Duarte, mãe de Wilisses, disse que, além da fedentina, as galinhas do terreiro estavam morrendo por beber a água suja.Com o Bio-Água, eles transformaram a área em um quintal produtivo para cultivar frutas e verduras. A produção alimenta a família e reduz os gastos com esses alimentos na feira da semana.O sistema Bio-Água chegou ao Brasil pelas mãos do Projeto Dom Helder Câmara (PDHC), através de um dos seus supervisores, Fábio Santiago. A Assessoria, Consultoria e Capacitação Técnica, Orientada Sustentável (ATOS) é responsável pela parte técnica, de implantação e acompanhamento. A análise da água coletada ficará por conta da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).O investimento para que isso aconteça é considerado pequeno, se levar em consideração o custo benefício. Com pouco mais de R$ 3 mil é possível montar todas as etapas e ainda adquirir o sistema de irrigação utilizado no sítio da família de Wilisses. A estrutura, além de simples, é feita para durar muitos anos e requer pouca manutenção.Por enquanto, tudo ainda é um experimento que está sendo estudado, mas se depender dos resultados, em breve será levado para todas as regiões do semiárido brasileiro.
Fonte: DeFato

LEI DE INCENTIVO SÓCIO AMBIENTAL TAI A ALTERNATIVA !!!

Sistema reaproveita água em propriedade

Projeto piloto foi implantado em moradia situada no interior de Vera Cruz

Recurso hídrico é usado em banheiro e lavanderia e, após, passa por um ciclo de purificação para reutilização<br /><b>Crédito: </b> sabrina rodrigues / gazeta do sul / CP
Recurso hídrico é usado em banheiro e lavanderia e, após, passa por um ciclo de purificação para reutilização
Crédito: sabrina rodrigues / gazeta do sul / CP

A propriedade rural de Mauri Bartz, na localidade de Linha Andreas, em Vera Cruz, no Vale do Rio Pardo, conta com um sistema de utilização da água da chuva e reaproveitamento em atividades domésticas. A instalação da Estação de Tratamento de Efluentes faz parte de um programa que tem como objetivo diminuir o impacto ambiental e contribuir para a conservação do recurso hídrico. Os investimentos no projeto piloto somam R$ 400 mil, custeados pela prefeitura, pela Unisc e pelo Estado. Parte da verba, liberada em 2009, provém da Consulta Popular votada em 2007.

A prefeita Rosane Petry afirma que a iniciativa servirá de referência para outras localidades e municípios. O projeto Sistema e Captação de Tratamento de Águas em Pequenas Propriedades, visando à reutilização, é desenvolvido pela Unisc e pelo Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Rio Pardo, em parceria com a prefeitura, Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale, Comitê Pardo e Secretaria Estadual da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico.

O coordenador do programa, professor do Departamento de Biologia e Farmácia da Unisc Andreas Köhler, explica que o processo na estação de tratamento de efluentes começa pelo telhado, que capta a água da chuva, depois armazenada em reservatório. O recurso hídrico é usado pela família Bartz em um banheiro e na lavanderia. Depois de utilizada, a água contaminada passa por uma fossa-filtro e é colocada em tanques com vegetação, para ser purificada. Após, o ciclo é reiniciado com a reutilização da água tratada. Nenhum produto químico é empregado no procedimento. A bomba que viabiliza o ciclo é movida a energia solar.

Conforme Köhler, a previsão é de que 2 metros cúbicos de água circulem pelo sistema durante um mês. Se a chuva for suficiente para o abastecimento, o projeto piloto não precisará sofrer alterações para redirecionar a água do restante da propriedade. O coordenador do programa lembra que o sistema será observado pelos próximos dois anos. Segundo ele, o piloto foi desenvolvido em laboratório durante seis anos e as obras em Linha Andreas levaram cinco meses.
Fonte: http://www.correiodopovo.com.br/Impresso/?Ano=117&Numero=53&Caderno=0&Noticia=363085

CUSTEADO PELO BOM CENSO

CUSTEADO PELO BOM CENSO

POIS BEM...NOSSO DEVER É DE SALVAR EFETIVAMENTE E NÃO FICAR ENRROLANDO?!

CAÇA AS BRUXAS

Florianópolis, 14 de fevereiro de 2008.


Á
Prefeitura Municipal de Florianópolis
Fundação Municipal de Meio Ambiente
Nesta Cidade

REF: AUTO DE INFRACAO AMBIENTAL N.9460

TERMO DE IMPUGNACAO, DE COMPROMISSO
E AUTORIZAÇAO PROVISÓRIA


Eliane Teixeira da Silva, brasileira, casada, comerciante,inscrita no CPF sob o número 646.775.240-68 e CI número 3052775032/SSP/SC, residente e domiciliada na praia de Matadeiro s/n, no bairro Armação do Pântano de Sul, Município de Florianópolis, proprietária do bar e restaurante Magia do Luar , inscrito no CNPJ sob o número 07.081.282/0001-48 e devidamente registrada na MM.Junta Comercial do Estado de Santa Catarina sob o NIRE 42103398991 e com inscrição municipal sob o número 01503/2007, empresa esta cumpridora de suas obrigações fiscais e sociais, geradora de receita e empregos diretos e indiretos, vem expor a sua defesa conforme argumentos a seguir:



1. Com estes argumentos pretendo colocar a verdade sobre os fatos, sou morador e comerciante na praia do matadeiro há seis anos pratico o mesmo esporte me defender de denuncias vazias.
Declaro que as minhas atividades durante a temporada em nada ferem as leis de silencio, primeiro não tenho vizinhos ou população envolvida, segundo estou ao lado de outro estabelecimento que promove musica mecânica também sem nenhum problema, terceiro mantenho a media de 55 decibéis(Lei Complementar CMF 003/99 art.1. anexo I) permitido por lei para os horários em questão (hora da autuação).
Minha meta de trabalho consiste em promover o turismo auto sustentável de maneira a garantir a perenidade dos recursos renováveis no ambiente que moro e trabalho.
Temos um plano de manejo sustentável criado com ajuda do banco do Brasil, banco do Empreendedor e Fundo de Amparo ao Trabalhador que consiste na aquisição de uma (E.T. E) estação de tratamento de efluentes com capacidade de tratar ate 6500 litros de água dia, proveniente do esgoto sanitário e caixas de gordura das cozinhas e chegando ao nível de pureza ideal para reuso(98%), esta capacidade e o dobro de nossas necessidades atuais(3000 litros), justamente porque sabemos do nosso futuro e do potencial turístico do sul da ilha e mais especificamente da praia do Matadeiro, somos uma empresa legal cumprindo em dia com todos os nossas obrigaçoes s por isso invocamos o nosso direito de sabermos quem procedeu a denuncia já que ela em si implica em uma multa de três mil reais.
2. Como é uma área não regulamentada oficialmente e sim uma APL ( AREA DE PRESERVÁÇAO LIMITADA)amparada pela Lei dos Balneários ( LEI COMPLEMENTAR 2193/85 ),no nosso entendimento não procede os dispositivos violados no auto de infração ambiental 9460,
3. Solicitamos a esta secretaria a medição dos níveis de decibéis, com relação a intensidade do som constante no art.1.inciso 2.paragrafo XI utilizados pela empresa em nosso sistema de som ambiente.

Diante do exposto acima, usando do bom senso e sempre em detrimento da legislação vigente com a responsabilidade Ambiental e Social, o autuado vem respeitosamente requerer a impugnação do auto de infração ambiental n.9460, conforme os argumentos acima descritos e desde já solicitar a liberação provisória do uso de música ambiental com o devido termo de compromisso conforme art.14 parágrafo único da referida lei(LEI COMPLEMENTAR CMF 003/99).



N.termos
Pede deferimento






Eliane Teixeira da Silva

CAÇA AS BRUXAS 2

Denuncia2

Nossa empresa existe desde 2002, a nossa meta principal se direciona para o turismo auto sustentável da região.
Todos os nossos esforços se concentra nas melhorias da nossa empresa, como auto sustentável e do meio ambiente tão necessárias e urgentes para a ilha e até mesmo para o planeta.
Nossa defesa se baseia no bom censo e principalmente na necessidade de promover o bem estar do meio ambiente a nossa volta.
Estas ações dependem de nosso trabalho e renda, que esta sendo atacado por denuncias vazias e anônimas.
Tentativas desonestas para denegrir a nossa imagem de empresa digna e honrada, as melhorias do ambiente em que vivemos. assim como condições sanitárias para atender o fluxo turístico que recebemos durante a temporada , destacando que pessoas de todos os continentes visitam a ilha. A cada temporada nossa proposta de promover um trabalho de qualidade com o turismo sustentável se choca com a idéia de certos moradores que acham a nossa presença incomoda, por motivos que não conhecemos somos julgados sem ao menos se verificar os méritos que se passam na realidade. Mas a capacidade predatória de retirar da natureza sem contribuir para o meio ambiente é o que vemos a nossa volta, a mata que cerca a gruta que foi considerada patrimônio histórico da humanidade é todos os anos agredida na forma de desmatamento continuo em seu entorno, várias vezes recorremos aos órgãos ambientais sem sucesso algum. O local que a comunidade reconhece como publico não conta com nenhum tipo de proteção cabendo só a nos fazermos o trabalho de recuperação que é lento, mas porem continuo(ver fotos) os nossos atos tem a ver com a realidade do planeta o meio ambiente precisa sobreviver e todos devemos participar na reconstrução da natureza a nossa parte tem que ser realmente verdadeira, reconhecer a culpa por poluir o solo em que vivemos, porque cabe a cada um de nos fazer a sua parte, então nós estamos fazendo a nossa parte de efetivamente estar contribuindo pelo meio ambiente a nossa empresa evidentemente contribui de maneira positiva estas palavras são provas de nosso trabalho continuo de combate à poluição.
Levaremos a fundo agora o papel de fiscais voluntários ambientais procedendo denuncias do desmatamento das construções e até mesmo dos negócios imobiliários que ocorrem nesta praia
Todos os documentos, fotos e demais provas e depoimentos dos parceiros e amigos serão levadas ao conhecimento do ministério publico federal ao qual já recorremos anteriormente quando tivemos a negativa deste órgão (floram) para as nossas ações de preservação e direito ao trabalho auto sustentável.
Nossa empresa sofreu por lucros cessantes tivemos a nossa receita cortada em mais de 60% por este órgão(floram) aceitar as denuncias vazias e anônimas, tivemos o nosso direito a musica ambiente cortado recebemos a visita de um fiscal ambiental descaraqueterizado aplicando uma multa de três mil reais sem flagrante e logo após, horas depois tivemos o deck de nossa estação embargado pelo mesmo órgão, como pode ser a lei, que funciona com dois pesos e duas medidas, meu direito como cidadão e empresário local me dá condições de saber quem procedeu estas denuncias, minha defesa se baseia que por capricho pessoal de alguém anonimo & influente pode cessar nosso honrado trabalho sobre o turismo auto sustentável e a preservação do meio ambiente em que vivemos, colocamos ainda o pedido de uma investigação por parte deste órgão (floram) para saber por que certos moradores daqui não são fiscalizados em seus atos de degradação, pois mesmo com provas fotográficas de flagrante de crime ambiental testemunha em volta, não ouve por parte dos fiscais que aqui estiveram para nos autuar qualquer tipo reação multa ou uma simples investigação que a justiça seja feita de maneira imparcial, quer dizer a mesma lei se aplica para todos, sabemos por experiência que conseguiremos elucidar estes fatos no ministério publico federal a casa do povo honrado e honesto deste pais.

ELIANE TEIXEIRA DA SILVA Comerciante



MAGIADOLUAR & JANEIRO CAPTAÇÃO

Loading...

E.T.E

Características construtivas
Caixa de Gordura
A necessidade da remoção da gordura contida nos efluentes está condicionada aos problemas que esse
material trará às unidades do sistema de tratamento de efluentes, se presente em grandes proporções.
Assim sendo, a remoção de gordura tem as seguintes finalidades:
• evitar obstrução dos coletores;
• evitar aderência nas peças especiais da rede de tratamento;
• evitar acúmulo nas unidades de tratamento provocando odores desagradáveis e perturbações no
funcionamento dos dispositivos de tratamento;
• e evitar aspectos desagradáveis nos corpos receptores.
ECTEL
A ECTEL é construída em módulos fabricados em fibra de vidro e resina, seguindo as recomendações
da NBR 13969 e NBR 7229. A seguir os módulos são descritos em maior detalhamento.
a. Tanque Séptico (08)
O tanque séptico, primeira etapa da ECTEL, é um dispositivo de tratamento primário onde o esgoto sofre
um período breve de decantação, separando as partículas sólidas da fase líquida. Ali é realizada a
digestão desses sólidos acumulados, transformando-os em lodo digerido, que é acumulado no fundo do
tanque e deve ser removido de uma a duas vezes ao ano, dependendo da quantidade de lodo
acumulada. Esta remoção de lodo é efetuada com o uso de caminhão limpa-fossa, que aspira 2/3 do
volume de lodo acumulado no fundo e o encaminha para disposição recomendada pelo órgão ambiental,
geralmente uma ETE do município ou Estado, leito próprio para secagem deste tipo de lodo, ou
enterrado em valas.
NOTA: Deve ser removido somente o lodo completamente digerido, que é reconhecido pela cor preta.
Lodo marrom ou cinza não deve ser removido pois não está copmpletamente digerido e pode cheirar na
secagem pois ainda está em decomposição.
b. Filtro Anaeróbio (09)
O filtro anaeróbio recebe o efluente do tanque séptico (Câmara Anaeróbia), com matéria orgânica em
suspensão, já parcialmente degradada, que será estabilizada por bactérias anaeróbias que se
encontram aderidas a um meio de suporte submerso, em contato com o fluxo ascendente. A produção
de lodo é baixa e o mesmo já sai estabilizado. Nesta etapa a DBO (Demanda Bioquímica de Oxigênio –
é uma forma de medir a quantidade de matéria orgânica presente) apresenta, em média, uma redução
de 70% quando comparada com o afluente bruto.
c. Câmara de Aeração (10)
Esta câmara recebe o efluente líquido do filtro anaeróbio e desenvolve um processo por lodos ativados.
Logo após a instalação do sistema e no início da operação não será efetuado o descarte de lodo durante
um período que pode varia de 30 – 60 dias porque o lodo formado deve gradativamente aumentar sua
concentração até atingir um patamar acima do mínimo recomendado para operação, valor estipulado em
2000 mg/l de ss (Sólidos em Suspensão), somente após o que será iniciado o descarte do excesso de
lodo. A concentração de biomassa (organismos) é bastante elevada, entre 1600 e 8000 mg/l ss na
câmara aerada, devido à recirculação do ss sedimentado na Câmara de Sedimentação. A biomassa
produzida permanece mais tempo na câmara do que o líquido, o que garante uma elevada eficiência na
remoção de matéria orgânica (DBO). Para manter o equilíbrio na câmara aerada, é necessário remover
parte do lodo formado (lodos ativados). Para manter uma concentração média estável de ss na câmara
aerada, o teor removido deve ser equivalente ao produzido. Este lodo ativado removido é composto por
uma biomassa viva, que necessita ser estabilizada, e para isso é recalcada para o inicio do processo e
misturada ao afluente bruto, sendo decantado, digerido e armazenado no tanque séptico.
O fornecimento de oxigênio (ar) é efetuado por um soprador (compressor) que alimenta um ou mais
difusores de bolhas finas.
Parâmetros a serem analisados eventualmente para aferir o processo:
_ Sólidos em Suspensão (ss) na câmara de aeração, em mg/l de ss, seco em estufa a 110ºC, para
aferir a concentração de biomassa recomendada (entre 1600 e 8000 mg/l de ss);
_ Sólidos em Suspensão Volátil (ssv) na câmara de aeração. Para definir o conteúdo estritamente
orgânico os sólidos em suspensão (ss) estes são queimados em forno a 600ºC.
_ Oxigênio Dissolvido (OD), para regular o ar fornecido ao sistema pelo soprador (compressor)
através do difusor, de modo que o OD na câmara de aeração seja no máximo 2,0 mg/l a fim de
evitar desperdício de energia e excesso de OD, o que seria prejudicial à qualidade do lodo
ativado.
d. Câmara de Sedimentação (11)
Esta câmara promove simultaneamente a clarificação do efluente e o retorno do lodo sedimentado à
câmara aerada através da abertura de comunicação inferior. O retorno do lodo ativado concentrado pela
sedimentação “aumenta” a concentração da biomassa (organismos ou lodos ativados) presente na
câmara aerada.
e. Soprador (compressor) (01)
Equipamento que fornece ar ao(s) difusor(es) e ao sistema de descarte do lodo excedente.
f. Difusor (05)
Disco de membrana ou outro tipo de aerador.
g. Air lift (04)
Sistema que efetua o recalque e o descarte do lodo para o inicio do processo, misturando o lodo com o
afluente e tratando em conjunto com o lodo primário no tanque séptico.
h. Desinfecção (12)
Dosador de cloro em solução ou uso de câmara de contato com lâmpadas ultravioleta.
Figura 3:
Instruções de Instalação da ECTEL
_ Construção de uma base de concreto de 15 cm de espessura com área 10% maior do que a área
ocupada pela ECTEL;
_ Construção de uma caixa de coleta (poço de acumulação) antes da estação, de onde o esgoto será
bombeado para dentro da mesma. O volume desta caixa varia de acordo com a capacidade da
ECTEL.
_ Posicionamento da estação na base de concreto;
_ Ligação da caixa de coleta para a ECTEL e colocação do compressor e difusor;
_ Ligação da saída da ECTEL na rede pública;
_ Enchimento com água;
_ Fechamento e vedação das tampas.
Manutenção da ECTEL
i. Semanal
_ Verificação do funcionamento do compressor.
j. Mensal
_ Verificar óleo do compressor, e, se necessário, repôr.
k. Anual
_ Remoção do lodo por caminhão-tanque.
_ Análise química do efluente.
l. Após 5 anos
_ Conferência minuciosa de toda a estação.
Estação Elevatória:
Unidade destinada para operação do bombeamento do sistema de esgotamento sanitário, objetivando
transportar os efluentes de um nível inferior para um nível superior.
Será projetada de acordo com a norma da ABNT NBR 12208, a qual tem a finalidade de elevar o nível
de água de reuso (efluente tratado) até uma caixa d’água para sua distribuição no estabelecimento.